Jovens universitários de Frederico Westphalen criam grupo para fortalecer a fé

Jovens universitários com um propósito em comum. Eles acreditam em uma Igreja em Saída, assim como o Papa Francisco. Uma Igreja missionária que busca levar o fogo do amor de Jesus e a compaixão de Maria a inflamar as universidades de Frederico Westphalen. O grupo Iuvenis Ignis (fogo da juventude) com o lema Ignites Pro Anima Mea (Inflama a Minha Alma), criado em junho de 2016 em Frederico Westphalen, tem o objetivo de conquistar mais corações juvenis para o reino de Deus.

O grupo Missão Jovem Universitária surgiu a partir de um universitário. Uma simples ideia. Natural do Paraná, Wellington Felipe Hack, estudante do curso de Jornalismo da UFSM/FW sentiu falta dos encontros do grupo de jovens que ele participava na sua cidade de origem. Wellington compartilhou a sua historia com a Irmã Gloria Maria, assessora do Movimento de Schoenstatt de Frederico Westphalen e colega do curso, e a partir daí a ideia começou a virar realidade.

“Eu venho de grupos paroquiais e quando tu chega em uma cidade onde existem poucos ou nenhum que não seja ligado a movimentos, parece meio estranho. E eu sentia falta de grupos aqui, e não me encaixava no perfil de nenhum existente”, comenta Wellington. Depois da ideia consolidada, outros colegas e amigos se somaram à causa, que hoje se transformou em um grande trabalho realizado dentro e fora da Universidade.

Atualmente, 8 jovens participam da diretoria do grupo, além de 15 jovens universitários da UFSM e também, de outras universidades de Frederico Westphalen. Os encontros, que são quinzenais, apresentam uma dinâmica bastante jovial, seguindo justamente na ideia de jovens evangelizando jovens. Dessa maneira, a estrutura dos encontros sempre é diferente e dinâmico, na tentativa de atrair a outros estudantes. Já foram realizadas caminhadas luminosas e penitenciais, cine jovem com o filme “Deus não está morto”, vivências sobre famílias e Jesus, e rodas de conversa sobre Igreja e Universidade.

Ariel Stival, participante do grupo e estudante de Jornalismo, também está engajado na causa. “Nós jovens estudantes sofremos muito quando assumimos nossa devoção, já passei por isso, e pensei que um grupo que pudesse dar esse apoio seria fundamental. Então, comecei a trabalhar, e vi que estamos fazendo a diferença, que muitos jovens nos procuram e nos pedem quando temos encontros e mostram interesse”, salienta Ariel.

Hoje, Ariel é coordenador do grupo e comenta estar empolgado com a representatividade juvenil no campus da UFSM, de Frederico Westphalen e também, na diocese. “Temos um grande apoio de nosso Bispo Dom Antonio, que na missa de envio do grupo falou da nossa coragem de dar ‘a cara a tapa’, pois teríamos muitos obstáculos a vencer”, acrescentou.

Para o ano de 2017, o grupo está com a ideia desafiadora: realizar uma missa a cada quinze dias na UFSM.  Neste semestre os jovens contam com um novo integrante, tanto no grupo quanto no curso de Jornalismo, o Padre Mauro Argenton. Com ajuda do Padre Mauro, esta nova ideia está perto de ser concretizada. Além disso, os jovens pretendem realizar uma missão de evangelização em uma das paróquias da diocese de Frederico Westphalen.

Para saber mais sobre as ações do grupo acesse a página do facebook: https://www.facebook.com/missaojovemunis/

Lida 1595 vezes
Cleusa Jung

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Notícias por Diocese

Acesso Privado

Últimos Eventos


Sem eventos

Apoiadores

×

Atenção

JLIB_CLIENT_ERROR_JFTP_WRITE_BAD_RESPONSE