Pastoral da Juventude realiza 14ª ampliada do Regional Sul 3



Pastoral da Juventude realiza 14ª ampliada do Regional Sul 3
08 Setembro
2015
Escrito por: Tanise Medeiros
Publicado em: Regional

Teve início na última sexta-feira, dia 04, a 14ª Ampliada da Pastoral da Juventude do Regional Sul 3 (ARPJ), realizada no Centro de Promoções da Infância e Juventude (CPIJ) no Bairro Restinga, Paróquia Nossa Senhora da Misericórdia (Arquidiocese de Porto Alegre). A Ampliada é momento de olhar para a caminhada da PJ no Rio Grande do Sul em suas diferentes realidades, e projetar com mais clareza e firmeza os próximos passos. Neste ano o encontro teve como tema: “PJ do RS: a cuia de mão em mão, nos torna profetas da esperança construtoras/es da Civilização do Amor” e lema: Vocês são meus amigos... perseverem no amor... e o fruto de vocês permanecerá”, inspirado pelo evangelho de João (15, 14-16). Na sexta-feira, todos foram acolhidos pela Pastoral da Juventude local e pelo pároco os/as jovens e assessores/as delegados/as das diversas dioceses do RS, que celebraram junto com a comunidade o início da Ampliada que se estendeu até segunda-feira (dia 07).

No segundo dia, motivados pela mística do chimarrão que desde cedo já passava de mão em mão, após a oração inicial, iniciou-se o primeiro momento de trabalho da Ampliada onde os/as participantes foram desafiados/as a olhar para a realidade que estão vivendo. Para este momento contou-se com a assessoria do Frei Orestes Serra (OFM) que provocou a reflexão acerca da atual conjuntura social, política, econômica e eclesial. Assessorado pelo Pe. Wander Torres (Diocese de Mariana – Regional Leste 2), que acompanhou todo o processo de Ampliada, os/as jovens partilharam as realidades de suas dioceses, a partir de questões levantadas previamente, onde colocaram seus desafios e perspectivas a nível local e regional. No final do dia foram motivados/as a compartilhar os sonhos e a missão da Pastoral da Juventude no RS. Durante a tarde contou-se com a visita afetuosa de Dom Adelar Baruffi, bispo referencial da juventude no Regional Sul 3, que trouxe uma palavra de esperança, afirmando que é necessário ter um olhar agradecido pela história e apaixonado pelo presente que projeta o futuro. O dia encerrou com um momento cultural construído coletivamente pelos/as jovens participantes.

No domingo (06) iniciou-se o dia de reflexão e trabalho olhando para o horizonte que se quer para a juventude e resgatando aquilo que é essencial para a caminhada, aquilo ao qual não se pode abrir mão. Em pequenos grupos os jovens e as jovens foram motivados a pensar qual a missão da Pastoral da Juventude, qual o papel da Coordenação Regional da PJ, e quais as esperanças concretas para o caminho. A noite, trazendo presente a vida de tantas mulheres, homens e jovens que doaram a vida pelo Reino, celebrou-se a memória dos mártires e das mártires da caminhada na América Latina, resgatando a luta em defesa da vida, onde ela mais está ameaçada. A Celebração da Eucaristia afirma o compromisso radical pelo projeto libertador de Jesus Cristo e se torna ação na vida da juventude.

No último dia de Ampliada (07), iniciou-se a manhã trazendo presente a reflexão do 21º Grito dos Excluídos e Excluídas que neste ano tem como tema “Que país é esse, que mata gente, que a mídia mente e nos consome?” Num bonito momento de caminhada pelo bairro, os jovens e as jovens sentiram a terra sagrada que pisam e reafirmaram suas opções de uma  igreja jovem em saída, missionária e profética e que luta contra a violência e o extermínio de jovens. Após, cada Província Eclesiástica reuniu-se para refletir as aprendizagens destes quatro dias de Ampliada Regional e apontar tarefas simples e concretas a serem realizadas. Contou-se ainda com a partilha da secretária nacional da Pastoral da Juventude, Aline Ogliari, acerca da organização e projetos nacionais da PJ. No final da manhã foi apresentada a nova representante do Regional Sul 3 na Coordenação Nacional da PJ, a jovem Débora Giehl (Diocese de Novo Hamburgo), que se coloca neste serviço para os próximos 3 anos de caminhada.

A Ampliada Regional foi tempo de regar as sementes da Pastoral da Juventude no RS, celebrando a vida sagrada da juventude e o compromisso com uma igreja comunitária e libertadora, através da roda de chimarrão, tão característica da realidade gaúcha. O mate que passa de mão em mão, que é erva boa sorvida em água quente, é a mística do encontro, da partilha, da comunhão da juventude que assume o projeto de vida de Jesus Cristo e que quer ser roda de chimarrão com os jovens e as jovens marginalizados/as diariamente nas grandes periferias, no campo e em tantas realidades de morte, para assim construir o Reino de Deus, o outro mundo possível.

 

 

 

Lida 475 vezes

Notícias por Diocese

Acesso Privado

Últimos Eventos


Sem eventos

Apoiadores

×

Atenção

JLIB_CLIENT_ERROR_JFTP_WRITE_BAD_RESPONSE